sábado, 25 de dezembro de 2010



Ave vive o medo
Penas adornam as pernas
Bem finas e frágeis


2 comentários:

  1. Tenho medo da minha falta de medo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. O medo vem e vai, ao meu ver, como uma ave, tem a liberdade de voar.

    beijos

    ResponderExcluir

Deixe aqui a sua impressão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...